Blog - O que vai na marmita?

Como se programar para ter uma dieta saudável

Que comer não é apenas gostoso, mas sim necessário para o nosso organismo nós já sabemos. Só que não basta ingerir qualquer coisa! Precisamos diariamente de uma dieta balanceada que nos dê energia e prolongue nosso bem-estar.

Mas, nem sempre essa é uma tarefa fácil, principalmente quando temos que trabalhar, cuidar da casa, estudar, cuidar dos filhos, entre outros. Por isso, uma ótima alternativa é a famosa marmita.

Vantagens de preparar a sua própria marmita

Se você gosta de cozinhar isso não será um problema, mas se você não é muito fã desta ideia, calma! Nós iremos te mostrar alguns dos benefícios que esta pratica pode te trazer:

   1.   Oferece a possibilidade de ser saudável comendo fora de casa sem precisar de restaurantes! Ao preparar a sua própria marmita você está garantindo a sua saúde, utilizando ingredientes frescos e confiáveis que melhor se adaptam às suas necessidades;

   2.   Você economiza dinheiro! Depender de lugares para comer costuma sair muito caro para os nossos bolsos, mas isso não é um problema quando você faz a sua própria comida, já que os valores dos ingredientes saem mais baratos e a mão de obra é sua. Além disso, se algum deles estiver caro, uma opção é modificar o prato com outras opções;

   3.   Evita desperdícios pois você prepara a quantidade de comida que pretende comer durante a semana, e também pode virar as sobras de uma janta gostosa do dia anterior;

   4.   É uma garantia se você tem alguma restrição alimentar. Logo, você não precisará mais se preocupar com rótulos ou perguntar para os atendentes de estabelecimentos sobre os ingredientes que estão sendo utilizados. Ao montar a sua marmita você garante um controle maior sobre o que está ingerindo;

Quer descobrir como montar a sua marmita?

   1.   Seja organizado e se prepare com antecedência:

Mesmo que pareça difícil, fazer a própria marmita vai te poupar tempo e agilizar a sua vida. Isso acontece porque quando estamos preparando nosso almoço pensamos na semana toda e não apenas no que iremos comer no dia seguinte;

   2.   Evite comer sempre as mesmas coisas:

Nosso corpo precisa de variedade! Não apenas para agradar nosso paladar, mas porque cada alimento possuí vitaminas e propriedades diferentes que irão beneficiar nosso organismo. 

   3.   Se preocupe com a quantidade de cada tipo de alimento:

Um prato saudável deve ser distribuído seguindo as proporções:

  • ½ vegetais crus e cozidos
  • ¼ com grãos e carboidrato
  • ¼ com proteínas (tanto vegetais como animais)

(imagem retirada do site Energié)

   4.   Procure utilizar alimentos fáceis de esquentar e que não tenham cheiro forte:

Lembre-se de que a sua marmita será esquentada (provavelmente em um micro-ondas) e que você estará em um ambiente com outras pessoas que podem se incomodar com o cheiro de determinados alimentos requentados;

Já está preparado para se arriscar no mundo das marmitas? Então assista ao vídeo “marmita saudável em 35 minutos” e aproveite para melhorar as suas habilidades na cozinha com cursos de culinária que deixarão o seu almoço ainda mais gostoso.